quinta-feira, 20 de julho de 2017

Carta de Condução

Quem me conhece e quem é próximo de mim, sabe que eu andei a tirar a segunda parte da carta de condução durante este último semestre. Sabe também que foi um tormento e que as dores de barriga antes de cada aula de condução eram uma constante. Acontece que depois de um exame falhado, aqui estou eu, como recém-encartado. 

Fui a exame de condução, pela segunda vez, na passada sexta-feira, dia 14 de Julho, e depois de todo aquele sofrimento dentro do carro, o tão esperado papel azul foi-me entregue pela mão do engenheiro que fez o meu exame. 

Depois de todos os momentos de nervosismo, as vontades de ir à casa de banho, os momentos de sofrimento e de quase choro dentro do carro e de todas as vezes em que - tal como em tudo - pensei em desistir, consegui o tão desejado papel que me dá liberdade para andar pelas estradas. Com bastante precaução, claro.

Agora já só quero conduzir e ter um carro só meu. Agora e nos primeiros tempos, tenho de conduzir sempre com um dos meus pais ao meu lado para começar a ganhar confiança. Daqui a uns tempos já posso andar sozinho e finalmente ir a todas as reuniões dos escuteiros - o motivo pela qual tirei a carta.

Está tudo a correr conforme o planeado e mais uma vez, um objectivo alcançado. 2017 está a surpreender-me!


Como foram os vossos tempos de aprendiz de condutor?

*Fotografia da minha autoria. Não utilizar sem autorização prévia*

1 comentário: